sexta-feira, 15 de julho de 2022

GT INFRAESTRUTURA E JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL ECOANDO VOZES AMAZÔNIDAS DIRETO DE ALTER DO CHÃO...

 LEIA AI COMPANHEIRADA ASSUNTOS PERTINENTES A ESTES MOMENTOS DO QUAL FIZEMOS PARTE COMO IMV/FMCJS E COMVIDA

https://www.tapajosdefato.com.br/noticia/868/santarem-sedia-encontro-do-gt-infra-que-discute-melhorias-para-infraestruturas-na-amazonia 


LEIA TAMBÉM A CARTA FINAL DO ENCONTRO DE ALTER 

http://gt-infra.org.br/carta-de-alter-propostas-de-infraestrutura-para-a-amazonia/?utm_campaign=GT+Infra&utm_content=CARTA+DE+ALTER%3A+propostas+de+infraestrutura+para+a+Amaz%C3%B4nia+-+GT+Infra+%281%29&utm_medium=email&utm_source=EmailMarketing&utm_term=Newsletter+GT+Infra   

sexta-feira, 10 de junho de 2022

UM SONHO POSSÍVEL PARA NAVEGAR COM ENERGIA SOLAR - RABETA SOLAR !

 MONTANDO UM SONHO MOVIDO A ENERGIA SOLAR


O CERPRO - Comitê de Energia Renovável de Porto Velho RO, por meio do Instituto Madeira Vivo- IMV, com apoio do Fundo Socioambiental CASA, está tirando do papel um sonho possível, que é colocar pra navegar com o "Rabeta Solar", barco movido a motor com élice fixado numa varão de ferro, de onde tira-se o nome de rabeta, que movido pela energia de um motor, com queima de combustível fóssil ou não, gera força e movimento da embarcação.

Neste caso específico, o desafio vem em colocar um barco tamanho familiar, com base na população indígena e ou ribeirinha de nossa região, para navegar com um motor elétrico movido a energia solar. Essa opção tem o caráter de demonstrar sua viabilidade, considerando a diminuição de emissão de poluentes nos rios, com a queima de combustíveis e contaminantes das águas.

A proposta vem desde 2018, mas em 2021 essa ideia foi moldada num pequeno projeto, que em articulação com desenvolvedores de tecnologias apropriadas na cidade de Ji Paraná, se configurou neste projeto do Rabeta Solar, sob a coordenação de Gladimir e sua equipe.

As imagens são dos passos iniciais deste processo, que já teve momento anteriores, quando os desenvolvedores levaram o motor de 2Hp para testes e se decidiu por um motor de 3Hp. A aquisição de uma embarcação tipo voadeira com seu suporte de transporte, permitiu avançar este processo, a qual recebeu o nome de "RAIO DE SOL". 

Breve teremos mais imagens para demonstrar a consolidação deste proposta.

















quinta-feira, 31 de março de 2022

POVO TENHARIM EXIGE DIREITOS EM PROCESSO DE LICENCIAMENTO DA UHE TABAJARA

 POVO TENHARIM MORONGUITÁ DO SUL DO AMAZONAS EXIGEM DIREITOS


Por meio de Carta protocolado junto à Funai em Brasília, o Povo Tenharim do sul do Amazonas afirma que em tempo de pandemia, associado a não inclusão de terras indigenas em estudo que busca viabilizar o projeto hidrelétrico UHE Tabajara no rio Machado em Rondônia, tentar seguir com processo de licenciamento com base em estudos incompletos e excludentes, é clara violação de direitos Constitucionais e que fere direitos internacionais como a Convenção 169 da OIT.

Para mais detalhes, leiam documento abaixo protocolado no DELIC Funai BSB.